Como ajudar seu filho a ser sociável?

HABILIDADES NÃO-COGNITIVAS

Como ajudar seu filho a ser sociável?

A capacidade de interagir bem com os outros é necessária para a vida. Veja como estimular a sociabilidade em seu filho de maneira saudável

Texto: Iana Chan
Fonte: Educar Para Crescer

 

 

 

 

 

Você já reparou que os bebês adoram interagir com adultos e abrem um sorriso enooorme às nossas tentativas de aproximação? “Somos uma espécie social por natureza”, explica a professora da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP Edna Maria Marturano. Na psicologia, a sociabilidade é a propensão de buscar semelhantes e a capacidade de interagir com eles.

 

Uma criança sociável é capaz de fazer e de manter amizades, de expressar compreender sentimentos e opiniões, impondo-se quando necessário, sem desrespeitar o outro. Essas habilidades são importantes não só na escola, mas durante toda a vida.


Mas se todos somos sociáveis, por que algumas pessoas são mais extrovertidas e outras mais introvertidas? Será que dá para ensinar uma criança a ser sociável ou cada um já nasce mais ou menos sociável? “As pessoas têm predisposições, há crianças que são mais expansivas e outras mais retraídas, no entanto, é a interação com as pessoas que vai estimular ou não a sociabilidade”, responde a professora de Psicologia Clínica e do Desenvolvimento da Unesp (Universidade Estadual de São Paulo) Alessandra Bolsoni.

 

Alessandra e Edna se uniram à professora Sonia Regina Loureiro na pesquisa “Problemas de comportamento e habilidades sociais infantis: modalidades de relatos” e descobriram que crianças pouco sociáveis têm menos chances de superar dificuldades escolares e, ao longo do tempo, têm mais riscos de desenvolver problemas emocionais (ansiedade, tristeza, medo) e de comportamento (agressividade, impulsividade, rebeldia). Isso porque crianças sociáveis possuem ferramentas necessárias para se desenvolver e se adaptar melhor.

 

A sociabilidade começa desde cedo. É por isso que pais devem saber como contribuir para o desenvolvimento de seus filhos, na medida certa. “Superproteção ou abandono podem levar a criança a um comportamento egocêntrico, que não aceita a diversidade”, alerta a psicóloga infantil Marta Santos Oliveira.

 

Para ver dicas que ajudam seu filho a ser sociável, clique aqui e acesse a matéria na íntegra.

Fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/filho-sociavel-778273.shtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>