8 dicas para melhorar o desempenho dos alunos

wireless technology could be very usefulSabemos que a qualidade do ensino oferecido pela sua escola está ligada diretamente com o desempenho dos alunos, e para muitos pais e responsáveis esse é um grande diferencial na hora de escolher a instituição para matricular seus filhos. Desse modo, a escola que deseja se tornar referência na região em que está inserida — e, até mesmo, em território nacional — deve gerar resultados significativos por parte de seus estudantes.

Pesquisas têm sugerido que é possível ajudar os alunos a exercer mais controle e refletir sobre seu próprio processo de aprendizagem, por meio do ensino de estratégias de aprendizagem (Brown, 1997; Clark, 1990; Pressley & Levin, 1983). Sendo assim, se faz necessário investir em estratégias eficientes de ensino para melhorar o desempenho dos alunos. Por isso, separamos 8 dicas para melhorar o processo de ensino e aprendizagem da sua instituição e contar com alunos de qualidade na escola!

CONHEÇA OS ALUNOS – Antes de implementar novas estratégias é preciso conversar com os estudantes sobre aperfeiçoamentos que podem ser feitos dentro e fora da sala de aula. Afinal, existem diversas variáveis que se relacionam com os resultados dos alunos, e uma delas é a motivação deles para aprender.

Por isso, conhecê-los é indispensável para elaborar uma estratégia que funcione. Os alunos precisam perceber as transformações da escola como algo positivo e que se sintam parte do processo, para aumentar o engajamento em sala de aula. Exponha as ideias da escola para os alunos e estimule o feedback dos estudantes. Colete sugestões e incentive a participação deles no processo.

DEFINA METAS – O próximo é elaborar metas que facilitem o seu trabalho de avaliar o desempenho escolar. As tarefas deverão ser pensadas para a sala de aula, para que seja possível mensurar o desempenho dos estudantes. Por isso, tente pensar essas metas em conjunto com os professores.

É importante que as metas possam ser medidas por meio de atividades, por exemplo, simulados que avaliem todas as disciplinas e tenham datas definidas para acontecerem. Assim, toda a equipe pedagógica terá clareza sobre os objetivos que devem ser atingidos e, com isso, se engajará em práticas mais eficientes para melhorar os resultados dos estudantes.

AVALIAÇÃO CONTINUADA – Acompanhar o desempenho dos alunos é essencial para detectar quais intervenções devem ser realizadas. Para isso, é necessário conhecer o cenário real e atual mensurações recorrentes. Portanto, crie estratégias eficientes para medir o desempenho dos alunos, tanto antes quanto depois de implementar as mudanças. Assim, será possível avaliar em que os alunos possuem mais dificuldade e promover atitudes que melhorem o seu desempenho nas disciplinas específicas.

Esse monitoramento pode ser feito por meio de provas, trabalhos e até mesmo ações que fogem do tradicional, como games online e concursos. Além disso, é possível combinar metodologias de autoavaliação com ferramentas tradicionais. Estudos indicam que esse senso crítico sobre o próprio desempenho pode potencializar os resultados em sala de aula.

PRÁTICAS DE ENSINO INOVADORAS – Cada vez mais vem sendo comprovado que a sala de aula tradicional não se adequa às necessidades das novas gerações. O que torna fundamental o investimento em práticas de ensino inovadoras que falem a linguagem do aluno e consequentemente melhore o desempenho dos alunos.

Coloque o aluno como protagonista do processo de aprendizagem e invista na cooperação entre os colegas para potencializar os resultados dos estudantes. Trabalhe com atividades que possibilitem os estudantes colocarem em prática o conhecimento adquirido em sala de aula, em que eles possam colocar a mão na massa.

TECNOLOGIA A SEU FAVOR – A tecnologia é uma grande aliada na hora de adaptar os conteúdos à realidade dos alunos. Por isso, ela pode e deve ser utilizada como estratégia de desenvolvimento dos estudantes, garantindo a melhora no processo de ensino e aprendizagem. Na era digital, os alunos estão cada vez mais conectados, sendo que as ferramentas tecnológicas fazem parte da rotina dos alunos desde muito cedo.

Portanto, plataformas educacionais como o Kademi vêm ganhando cada vez mais força. Dinâmico e didático os Ambientes Virtuais de Aprendizagem têm por objetivo engajar os alunos com uma linguagem que eles conhecem bem, a digital. Nesse sentido, levar a tecnologia para a sala de aula faz com que o processo de aprendizagem fique mais próximo da realidade dos alunos. Isso potencializa o ensino da sua instituição e melhora o desempenho dos alunos.

CAPACITE A SUA EQUIPE DOCENTE – Os educadores são os principais agentes no processo de ensino e aprendizagem. Por isso, requerem uma atenção é especial. São eles que estarão no dia a dia colocando as estratégias de desenvolvimento em prática e são eles que conhecem a realidade de cada aluno.

Portanto, eles interferem o desempenho dos alunos e para ter estudantes que geram resultados significativos, é indispensável contar com uma equipe docente de ponta e capacitada para potencializar a aprendizagem dos estudantes. Investir na capacitação dos professores é importante para obter resultados de excelência. Vale reforçar que a capacitação deve envolver também habilidades e técnicas de didática, e promoção do engajamento e motivação dos estudantes.

MELHORE O DIÁLOGO ENTRE PAIS, RESPONSÁVEIS E ESCOLA – Os pais e responsáveis têm um papel fundamental nos resultados das crianças e adolescentes da sua instituição. Portanto, sempre que possível, chame os pais para participarem ativamente da vida escolar de seus filhos. Abra os canais de comunicação com essas pessoas e leve-os para dentro da escola, criando uma relação de parceria.

Quanto mais envolvidos e atualizados, maior é a probabilidade dos pais e responsáveis atuarem como parceiros da escola na promoção da aprendizagem, melhorando o desempenho dos alunos da instituição. Já está comprovado que quanto mais os pais se aproximam da vida de seus filhos, mais ascendente será a curva de desempenho escolar deles. Por isso, sempre que possível facilite a aproximação entre pais e escola, a fim de que juntos possam desenvolver juntos questões que melhorem o desempenho escolar dos alunos.

Cada estudante tem seu ritmo e forma que tem mais facilidade em aprender. Porém, muitas vezes os mesmos não conseguem identificar isso sozinhos. Portanto, uma boa estratégia para potencializar os resultados dos estudantes é criar atividades que ensinem os alunos a entender qual a melhor forma de aprender para cada um deles.

Assim, os estudantes descobrem como se tornarem protagonistas do processo de construção do seu conhecimento e desenvolvem o gosto pelo estudo, melhorando o desempenho como um todo. Com metodologias de estudo eficientes e estratégias simples é possível potencializar o desenvolvimento dos estudantes de forma integral. Desse modo, a instituição de ensino ganha reconhecimento e se destaca no mercado, atraindo e fidelizando os alunos.

Gostou? Então aproveita para compartilhar esse texto nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>